Quinta-feira, 11 de Março de 2010

a little pain

I thought it was just a single little pain that I could take care, but it was... it is... and it may be, bigger, to much bigger than that...

 

I thought I would suffer a lot with your death, but I believed, really believed I would learn how to deal with it... but without you I don´t have anybody to cry and I never thought I needed so much to cry... but I do!... and I don´t have you, no longer, even so far far away... and I really need your arms to protect me... cuse I´m no longer a big girl, now... that I can´t cry... I´m just that little girl you took care and loved...

 

I thought I could deal with my broken family, my broken home, my broken dreams, my fool day by day... but I can´t, every thing is to much, my body is not responding to my calls, I´m broken... and my soul... I really don´t know where it is or where it might be...

 

I lost myself and I can´t see where, why or when it happened...

I thought it was cuse of a fool love, but I can´t put it like that, cuse it might have been my fault, only my fault, cuse I want to be strong but I know I ´m weak, but I´ve never felt so weak, so broken... and if it is just a bad moment... it´s to much long to my little strengh...

 

I´ll try to sleep, again... it´s not easy to sleep... cuse I dream a lot about you, alive... I´ll dream a lot with my fool lost happiness...

 

but I´ll try to sleep again and again... I´ll try to survive... of myself...

but I can´t promise anything at all


publicado por uriel_arcanjo às 17:42
link do post | comentar | favorito

não venhas à tona de mim

decidi deixar de chorar-te

 

decidi deixar-te no teu lugar

 

nesse lugar que nunca foi meu

porque eu não o quis

porque talvez tu nunca mo tenhas de facto oferecido

 

decidi deixar-te…

 

nas palavras

 

nos gestos

 

nos sonhos

 

de um dia

que já passou

 

tão recente e longínquo…

 

decidi deixar-te no meu coração ferido

como lembrança feliz e tristonha…

mas decidi deixar-te…

 

porque já não consigo ser politicamente correcta,

porque já não consigo sorrir-te quando toda eu cacos

deste amor, meu… infantil…

 

decidi deixar-te

 

incólume

 

amigo

 

amor

 

ou mero desconhecido

 

... decidi deixar-te...

 


publicado por uriel_arcanjo às 16:16
link do post | comentar | favorito

LIMBO

NÃO HÁ UM DIA CERTO

UMA HORA CERTA

UM MINUTO CERTO

UMA MORADA CERTA

PARA CHORAR UM ANO

UMA DÉCADA

UM SÉCULO

UMA VIDA

UM TEMPO INFINDO… PARA SER

 

NÃO HÁ TEMPO A PERDER

NÃO HÁ TEMPO A GANHAR

NÃO HÁ TEMPO A EMPATAR

NÃO HÁ QUALQUER INTERMÉDIO

OU SE AVANÇA, OU SE ESTAGNA E AFUNDA…

 

EU PAREI

SUFOQUEI

CAÍ…

AFUNDEI

AGUAS CRISTALINAS CADA VEZ MAIS ESCURAS

FRIO LEVE A PROFUNDA HIPOTERMIA

 

PERDURO NO LIMBO

 


publicado por uriel_arcanjo às 15:48
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 10 de Março de 2010

...

Queria que me visses cria feita do teu berço,

mas deixaste-me ainda embrião da vida,

arrancaram-me do teu ventre

para uma eterna berma sem ti…

 

Queria crescer, como me ensinaste

Pequena eterna princesa da fantasia

mas cada dia se entrelaça asfixiante na minha pele,

nesta pele suja do seu sangue apenas embrionário…

 

Queria sorrir como me fizeste sorrir um dia, por vidas

mas a vida ama-nos apenas na morte

e por isso amou-te até à exaustão

meu amor, meu eterno amor, levou-te para o seu próprio amor

- morte

 


publicado por uriel_arcanjo às 17:21
link do post | comentar | favorito

...

Sem querer ferir-te, acabei por me ferir a mim… de uma forma tão subtil e simultaneamente tão profunda, agora que preciso de voltar a mim, sinto o quão difícil é, e quero acreditar que consigo.

Sem querer olhar em volta, acabei por perder todas as coordenadas para o regresso a mim… e agora sinto-me verdadeiramente, criança perdida numa infinita multidão de desconhecidos. Agora que já não é apenas a tua ferida em mim que machuca, agora… que tantas pequenas feridas (acumuladas, mas ainda assim pequenas feridas) se intensificam na escala da dor, agora que cedi ao verter das lágrimas… perdi-me totalmente de tudo, tudo e todos que me tocam, que me vêem e que por vezes me tentam acompanhar… todos eles me machucam…

 

Espero não estar doente, quero mesmo não estar doente…

 

Mas se o positivismo, estupidez e parvoíce natural não forem suficientes… espero continuar com um sorriso (mesmo que nem eu mesma o veja)… se infelizmente me correr mal, quero morrer a sorrir, não a rir… mas a sorrir de todas as micro (para mim macro) chagas, sorrir de cada dia óptimo, bom, e todos aqueles assim assim…

 

                                                                                 

 


publicado por uriel_arcanjo às 17:13
link do post | comentar | favorito

...

Tentei não chorar

suportar a dor até não mais…

mas a tua morte não foi uma perda, não foi uma dor…

a tua morte é todos os dias… todos todos os dias

uma derrocada em mim

um pedaço de vida que apodrece, que me derruba

 

 

 


publicado por uriel_arcanjo às 17:08
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. dias

. GOOD BYE

. GOING ON

. ...

. ...

. ...

. LIMBO_DARK ANGEL

. RETRATO FERNANDO PESSOA

. PERSPECTIVAS

. LUAR

.arquivos

. Abril 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Entre canibais

. my little sweet love

.participar

. participe neste blog

SAPO Blogs

.subscrever feeds