Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008

...

não sou bonita, nunca o pretendi ser.
não sou inteligente, nunca o quis ser... porque dói muito entender as coisas que se fazem e as razões que as criam... porque dói entender tudo e todos, menos o rosto com que todos os dias me levanto... e com quem durmo todas as noites de todas as vidas...

nunca quis ser uma multidão, que nas multidões há mais probabilidades de se morrer...

e apenas nos rostos que ninguém vê se acha o verdadeiro tesouro escondido...

nunca te quis ganhar, mas tu fizeste por me ganhares... obrigado irmão/ã de toda a vida...

 

m.a.f.a


publicado por uriel_arcanjo às 17:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

efémero

sem pedagogia concertada

ensinaste-me passo a passo

a dar-me

 

sem palavras certas

assimilei letra a letra

para te soletrar,amor

 

sem momentos certos ou errados

aprendi a viver o hoje, sem querer esperar demais do amanhã...

porque em segundos tudo pode acabar

 

 

m.a.f.a


publicado por uriel_arcanjo às 17:04
link do post | comentar | favorito

i still want to believe

I´ve drawn a dream on the paper

but the paper tore

and my dream broke up.

I´ve tried to believe

but everyone lies

and I can not pronounce "to believe" correctly.

I ´ve coloured myself in red

to remember those days

to close them on my happy past

cuse today

I´ve a dream on the garbage

a failed verb on my grammar...

I´ve a red colour... in this blue today...

 

 

m.a.f.a


publicado por uriel_arcanjo às 16:59
link do post | comentar | favorito

"remorrer"

JULGUEI TER-TE FEITO O LUTO
TER-TE ENTERRADO EM MIM
SEM NINGUÉM O VER...
JULGUEI TER-ME FEITO O LUTO
DE FORMA A NÃO TER MAIS LÁGRIMAS POR (TE) VERTER
MAS ALGUÉM TE ENCONTROU PERDIDO NUMA GAVETA
E SEM ESPERAR AS LÁGRIMAS REGRESSARAM AO (SEU)LAR,
A VOZ ESCONDEU-SE (NOVAMENTE) COM MEDO DE SE ENGANAR...
... E QUIS-TE MANDAR PARA O LIXO
PORQUE SENTI O TEU CHEIRO
TOQUEI O TEU TACTO
PROVEI AQUELE TEU SABOR
DO PASSADO..
JULGUEI TER-TE FEITO O LUTO
BEM FUNDO EM MIM
QUANDO TE VIVO TÃO A DESCOBERTO
EM FERIDA
QUE PARA SEMPRE SE TRANSFORMOU A VIDA
PARA SEMPRE SEM TI EM QUALQUER LUGAR INCERTO
SEMPRE CONTIGO NESSE LUGAR XERTO
DE TANTAS CRUZES
SEMPRE CONTIGO NESSE LUGAR CERTO
SEM DEUSES...
E QUIS-TE MANDAR PARA O LIXO
AGARRARAM-ME OS GESTOS LOUCOS
"PARA O LIXO NÃO"
- TÊM RAZÃO
VOU-TE ROUBAR DA GAVETA
VOU-TE ROUBAR PARA O MEU QUARTO
VOU-TE RECUPERAR DA MORTE PARA A MINHA VIDA
VOU VOLTAR A CHORAR ATÉ AS LÁGRIMAS SECAREM
VOU-ME CALAR ATÉ REAPRENDER NOVAMENTE A FALAR...
NÃO TE VOU PÔR NO LIXO
NÃO TE VOU ESCONDER
VOU APRENDER-TE, MORTO, VIVO... SEM FERIDA... EM MIM
VOU-TE POISAR NA GAIVOTA
DO MEU CORAÇÃO
E DEIXAR-TE VOAR LIVREMENTE VIVO
NOS MEUS SONHOS...

M.A.F.A

publicado por uriel_arcanjo às 16:57
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

pai incógnito

nunca quiseste saber de mim

´so quando os teus sonhos vão pelo ralo abaixo

te lembras de mim

filha dela

e de mais ninguém.

nunca disseste um bom-dia

antes de o coordenares

e agora que te apercebes que choro

agora que vês que na vida morro

olhas-me

com uma curiosidade

de gente que passa na rua e se cruza com um sujo mendigo

agora...

que é tarde demais para quebrar o silêncio

agora

que já não peço a esmola da esperança

é que queres acreditar em mim?

talvez um dia

hoje não

mas talvez um dia

acredite em ti...

queira acreditar em ti...

pai de ninguém

 

m.a.f.a

 

 

 

 

'


publicado por uriel_arcanjo às 16:47
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

adeus

quis adivinar-te os pensamentos

quando sempre me perdi nos teus sentimentios

(acelerados)

da tristeza à alegria

e eu... por ali perdida.

quis vaticinar-te o futuro

quando sempre tropecei no presente

no teu "bem me quer, mal me quer"

e eu... sempre por ali

quis prever a tua partida

quando sem partires, cada chegada tua me surpreendia...

mas não foram búzios ou tarot

foi o teu sorriso azul

que te denunciou...

-é hoje....

 

ma.a.f.a


publicado por uriel_arcanjo às 16:44
link do post | comentar | favorito

ninguém me disse

porque é que ninguém me avisou que morrias lentamente

pela vida,

foste tu que o pediste?

foste tu que o quisseste?

ou a tua infinita vida esqueceu-se de mim

agora não sei em que chão me deito

para te tocar,

não sei em que vento me perco

para reencontrar esse teu cheiro particular,

não sei em que noite me esqueço

que de dia será cada vez mais impossível rever-te...

porque é que ninguém me disse que morrias tão lentamente

vivo eternamente em mim

porque é que não soube a data e a hora

do nosso encontro perpetuamente singular

porque é que fiquei eu

-á tua espera,

naquele nosso banco de jardim,

ficaste tu...

á minha espera sempre com esses teus braços abertos

sempre com esse sorriso que sempre me fez feliz

porque é que ninguém me disse que morrias lentamente

tão cá dentro

e tão longe

e tão para lá de longe

de mim?

porquê?

 

m.a.f.a


publicado por uriel_arcanjo às 16:35
link do post | comentar | favorito

caber-te nas mãos

queria caber-te nas mãos

como ontem

em que me embalavas no calor das tuas mãos

queria caber-te nas mãos

caber-te nos sonhos

caber-te ainda nos sorrisos

...queria ainda caber-te nas mãos

queria ainda ser pequena no teu coração

 

...queria ainda caber-te nas mãos, amor

 

m.a.f.a


publicado por uriel_arcanjo às 16:32
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 8 de Agosto de 2008

wrong girl

nunca me quis perder

                                         erradamente

embora errada seja

 

mas nunca me quis perder

       ao ponto de nunca mais me ver

                                         erradamente

embora sempre errada

 

nunca me quis perder

            da vida

       erradamente

                     hoje e sempre

            pela vida

    e para toda a vida

 

que houver por viver...

 

                                           (erradamente)

 

m.a.f.a


publicado por uriel_arcanjo às 10:48
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

...

troquei as palavras

enganei os significados

inventei idiomas

vivi mundos sem fim.

 

cruzei linhas

choquei parágrafos

rasguei páginas

criei-me (em) histórias mil

 

 

m.a.f.a


publicado por uriel_arcanjo às 10:42
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. dias

. GOOD BYE

. GOING ON

. ...

. ...

. ...

. LIMBO_DARK ANGEL

. RETRATO FERNANDO PESSOA

. PERSPECTIVAS

. LUAR

.arquivos

. Abril 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Entre canibais

. my little sweet love

.participar

. participe neste blog

SAPO Blogs

.subscrever feeds